Super Mãe Ativar - Jornalismo e Entretenimento para a Maternidade -

A Bela e a Fera encanta “crianças” da década de noventa

Por Juliana Fonseca Em 15.03.2017 Categoria: Diversão

Filme estreia dia 16 no Brasil

A versão original do filme da Disney sobre o conto francês A Bela e a Fera é de 1991. As crianças da época, bem crescidinhas e muitas já com filhos, agora podem assistir à história da princesa Bela em versão live action (com atores reais). E a fidelidade das cenas com a animação surpreende. Os cenários, efeitos especiais e os objetos com vida própria são simplesmente idênticos ao filme original. As cenas musicais, com as canções que amamos, também ficaram muito próximas à animação.

Live Action da Disney é um dos mais aguardados do ano

Sobre o enredo, que todos conhecem e muitos assistiram inúmeras vezes (como eu rsrsrs), alguns elementos novos foram adicionados, como uma viagem no tempo da princesa Bela em busca do que aconteceu com sua mãe. Na minha opinião, tudo que foi acrescentado só agregou à versão anterior, sem alterar nada importante na história.

Os personagens principais ao meu ver deixaram um pouco a desejar no quesito “emoção”. A Bela, interpretada por Emma Watson, não atendeu à minha expectativa pessoal da princesa mais linda da Disney e não me convenceu no encanto. Enquanto o discurso é de uma protagonista avançada para o seu tempo, destemida e corajosa, a imagem (e o olhar) da atriz me pareceu frágil e muitas vezes plácida. E não tem nada a ver com a associação com a Hermione (personagem que marcou a atriz na saga Harry Potter) porque realmente acho que ela conseguiu deixar essa fase pra trás. Foi quase uma questão química. Aliás, química essa que também senti falta na cena em que a Fera se transforma em príncipe. O casal não me convenceu.

Polêmica gay??

Sobre a polêmica com o personagem gay que causou problemas em países como Rússia e Estados Unidos e na Malásia, achei a abordagem bem sutil. O assistente do vilão Gaston, na verdade, rouba a cena com muito bom humor. Como mãe, acredito que as crianças menores não irão associar com essa polêmica gay e as maiores irão achar super engraçado. Não está sabendo sobre a polêmica? Veja aqui no UOL cinema

E os pequenos? 

E por falar em crianças menores, uma dica: se seu pequeno ou pequena costuma se assustar com monstros e coisas parecidas, pode ser que tenha medo nas cenas da Fera (é muito perfeito). Outra coisa a se considerar antes de correr para o cinema mais próximo (o filme estreia amanha, 16 de março) é a duração do longa. São duas horas e dez minutos, o que pode ser bastante para os pequeninos. Não consegui confirmar a censura do filme. Em alguns sites está como livre e em outros com indicação para maiores de dez anos.

No mais, o filme é um encanto e valeu a pena a espera.

FICHA TÉCNICA A BELA E A FERA

WALT DISNEY STUDIOS MOTION PICTURES

Gênero: Musical Live Action
Data de Lançamento: 16 de março de 2017
Elenco: Emma Watson, Dan Stevens, Luke Evans, Kevin Kline, Josh Gad, Ewan McGregor, Stanley Tucci, Gugu Mbatha-Raw, Audra McDonald, Hattie Morahan, Nathan Mack with Ian McKellen e Emma Thompson

 

Fui conferir a pré estreia, a convite da Disney Brasil

Resumo da Disney: 

A história e os personagens que o público conhece e adora ganham vida de forma espetacular na adaptação em live-action do clássico de animação da Disney “A Bela e a Fera”, um evento cinematográfico deslumbrante que celebra uma das histórias mais amadas. “A Bela e a Fera” é a fantástica jornada de Bela, uma jovem linda, brilhante e independente que é aprisionada pela Fera em seu castelo.

Apesar de seus medos, ela se torna amiga dos serviçais encantados e aprende a enxergar além do exterior horrendo da Fera e percebe o coração gentil do verdadeiro Príncipe que existe em seu interior.

No elenco do filme estão: Emma Watson como Bela; Dan Stevens como a Fera; Luke Evans como Gaston, o belo, mas superficial camponês que corteja Bela; Kevin Kline como Maurice, pai de Bela; Josh Gad como Le Fou, o lacaio sofredor de Gaston; Ewan McGregor como Lumière, o candelabro; Stanley Tucci como Cadenza, o cravo; Gugu Mbatha-Raw como Plumette, o espanador de penas; Audra McDonald como Madame De Garderobe, o guarda-roupa; Hattie Morahan como a feiticeira; e Nathan Mack como Zip, a xícara de chá; com Ian McKellen como Horloge, o relógio; e Emma Thompson como o bule de chá, Madame Samovar.

Imagens: Divulgação Disney

Poderá também gostar de:

  1. Camila Simões disse: em 15.03.2017

    Estou louca para assistir Jú, agora mais ainda!!

  2. Polyanna disse: em 15.03.2017

    Vou assistir Ju.super gostei da matéria.bjus

  3. Anna Peppe disse: em 17.03.2017

    O filme é lindo, e sua descrição e percepção sobre o filme é muito parecida com a minha. A fotografia é linda e mesmo quem já assistiu o desenho inúmeras vezes (eu) se surpreende com certeza. E sim também achei a Fera bem real.

  4. Fabiana disse: em 17.03.2017

    Adorei Ju! Não sabia da polêmica gay e não me importaria, devido sua descrição, mas o tempo do filme e, principalmente, a fera assustariam meu pequeno. Muito bom ter essas informações! Bjo

Deixe um comentário